Twitter Estratégia Lab

Crescimento, posicionamento e desafios de comunicação

A recente fusão entre Natura e Avon foi noticiada pela Época Negócios. Destacamos a relação entre este movimento de crescimento da Natura, através da aquisição da concorrente, e as questões de comunicação indicadas no texto da notícia. Primeiro, a possibilidade de revisão da estratégia de posicionamento e marca:

Do ponto de vista de imagem, enquanto a Natura se fortaleceu com ações voltadas à biodiversidade, a Avon tem como marca o empoderamento das mulheres.

‘É possível que a Natura dê uma polida no posicionamento da Avon, mas há uma complementaridade de imagem importante com a aquisição da americana que sempre se posicionou ao lado do público feminino e a favor de seu empoderamento, espaço em que a Natura não é tão forte’, comenta Estevez.

Além disso, a cultura organizacional e a rede de vendas diretas formada por consultoras e revendedoras das duas marcas são focos de atenção para a integração entre as duas organizações:

Outros dois pontos de alerta são citados nas avaliações da mais recente aquisição. Um deles é a dificuldade de integração de duas companhias tão grandes, como Natura e Avon. A mesma dúvida pairava sobre o negócio com a The Body Shop, mas em uma proporção bem menor.

O outro questionamento do mercado faz referência a uma possível sobreposição das consultoras da Natura com as revendedoras da Avon – as duas empresas construírem seus modelos de negócios com base na venda direta, no começo porta-a-porta e agora reforçado pelo comércio online.

https://epocanegocios.globo.com/Empresa/noticia/2019/05/historia-e-estrategias-da-natura-empresa-brasileira-que-comprou-avon.html

Desenvolvido por BARU-LAB