Twitter Estratégia Lab

Agilidade e inovação para sobrevivência

Grandes empresas encontram inspiração em processos que agilizam a inovação em strartups.

O que as grandes estão copiando de startups do Vale do Silício

“A crise motivou uma série de mudanças na estrutura da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) no ano passado. Em junho de 2016, após se separar da Votorantim Metais, a empresa recrutou sua primeira equipe exclusivamente dedicada à inovação, composta de oito profissionais entre engenheiros e designers. O objetivo: acelerar a busca de alternativas de crescimento em meio à retração econômica e ao encolhimento do setor — que reduziu à metade a produção de alumínio na última década.”

“Os princípios utilizados pela empresa do grupo Votorantim têm origem nas startups do Vale do Silício, na Califórnia, e estão sendo adotados por grandes empresas em todo o mundo, como o conglomerado industrial General Electric, a fabricante de bens de consumo P&G e a fabricante de produtos de papelaria Faber-Castell. Em linhas gerais, consiste na aceleração do processo de inovação, tradicionalmente baseado numa estrutura linear com etapas bem definidas. No caso da inovação enxuta, passos como levantar hipóteses, testá-las e montar versões intermediárias do novo produto ou serviço em questão acontecem simultaneamente e de maneira sucessiva. Em geral o tempo cai para menos da metade.”

https://exame.abril.com.br/revista-exame/o-que-as-grandes-estao-copiando-de-startups-do-vale-do-silicio/

Desenvolvido por BARU-LAB